25 de setembro de 2006

Manual de instruções- Parte 2

Diga-me seus defeitos
Talvez assim eu não me deixe encantar.
Conte-me quais seus medos
porque talvez não possa enfrentá-los.
Ou deixe-me descobrir.
Não haverá garantias
Ou promessas.
(juras de amor são mentiras úteis ao coração)
E as verdades são tão instáveis.
Hoje te quero.
Amanhã não sei responder.
Mas para haver uma história
há de haver um começo.
O que te ofereço?
A minha vontade.
Só a minha vontade.
Deliciosamente ansiosa e egoísta.

By Renata que ao invés de prestar atenção na aula, cismou em fazer poesia. Anda enferrujada a pobre menina. E com a cabeça nas nunvens...

4 comentários:

bruni... disse...

Era um dos meus grandes problemas em física e química...
Cabeça nas nuvens...
Enquanto o professor explicava, eu desenhava, e escrevia letra de musica... rs
Sofria em dia de prova... Mas me ajuda nos dias de hoje...
Às vezes um papel que voava de um lado pro outro, se tornava filme na minha cabeça... rs
Viagens, que hoje são correspondidas...

maria antonia disse...

Oi!!!!!!!!!!
Vc simplesmente traduziu tudo que estou sentindo hj.
Vc é ótima menina ainda que a cabeça esteja nas nuvens.Vc vai longeeeeeeeeeeee.Bjão
Te admiro tanto e qdo crescer quero ser igual a vc hehehehehehehe

Fabricio disse...

Ei Renata, posso plagiar seu texto pro meu orkut??
Simplesmente fantástico, resume bem como sou, geminiano inconstante, impulsivo...
Vc escreve muito bem, espero que saia do fundo do poço ;)
Beijo grande,
Fabricio, da Sim.

Foi bom prá mim! disse...

Fabrício, só não deixe de mencionar a autoria porque esse texto teve outro destinatário antes de cair aqui!
Que bom que vc gostou do blog!
Renata.