4 de setembro de 2006

Cheia de incertezas


Tem coisa na vida que a gente tem certeza. Certeza daquelas de colocar a mão no fogo, jurar de pé junto, apostar R1.000.000,00! Talvez certeza só exista no dicionário. Ou talvez seja como a verdade, cada um tem a sua e não se fala mais nisso.
Reconheci uma dor que dói mais que as outras. É a dor de descobrir que aquelas coisas(aqui incluo pessoas, modos de vida, decisões) das quais tínhamos certeza vão se tornando vulneráveis.
Acho que podemos dar o nome a isso de decepção. Às vezes se torna difícil entender porque aquilo aconteceu justamente comigo. Justo eu! Justo eu que nunca tinha parado para pensar na vida de outra forma. Minha mãe, mulher mais engraçada do que sábia, me disse para não ficar triste não "filha, nada na vida é eterno. Você viu Plutão? Nem Plutão é mais Planeta". E ainda emendou " e aposto que ele não tá lá chorando não. Não é mais planeta e pronto. Daqui a pouco vão dizer que a lua também não é Planeta!"
"-Mãe, a lua não é planeta e nunca foi.
- Ô menina, você entendeu o que eu quis dizer!"
Entendi sim.
Certezas são para os acomodados. Para aqueles que se contentam com a vida do jeito que ela está. Gosto dessas pessoas, porque deve ser um inferno viver sempre atrás de mais e mais.
Mas com essa história toda de Plutão e planetas, percebi que uma certeza não dura muito. Que ela só dura enquanto deixam ela quieta, mas basta alguém fazer algum movimento para surgir alguma dúvida, alguma outra maneira de olhar para a mesma paisagem.

By Renata que descobriu que quem fica parado é poste!

8 comentários:

Cristiano Contreiras disse...

na vida tudo é incerto, tudo é mistério...seguimos apenas.

Fábio disse...

Olha, acho que isso é inerente ao ser humano....
Decepções irão acontecer, queira a gente ou não... o legal é saber levar isso numa boa, como Plutão! :P

Beijos

Tempo de Brilhar disse...

Já aconteceu isso comigo... e daquilo tudo que aconteceu, um tempo depois é que eu fui perceber que decpção não mata, nos ensina a viver, às vezes é bom cairmos do cavalo...
fica bem aí. ;)

Tempo de Brilhar disse...

Ah, te linkei no meu blog.

nina lamacié disse...

a vida é assim mesmo: enquanto uns planetas são rebaixados uns satélites são elevados e a gente vai andando...
penso que decepção é do tamanho da ilusão da gente: é exatamente a diferença entre o que a gente queria que fosse e o que é mesmo. eu nem sei se a gente já sabe querer. acho que não. o legal da vida é poder querer antes de saber. minha mãe por exemplo escolheu não comer strogonof até os doze anos. é porque ela não sabia querer. fez uma besteira dessa. aprender a querer com maturidade é muito importante.
acho que o mais legal da decepção é se você se coloca a postos pra descobrir a realidade e crescer. porque a ilusão é que é besteira. é esperar que um pé de jaca dê girassóis. os girassóis são maravilhosos mas não dão em árvore. e pronto.
só tem que tomar cuidado pra não levar uma jacada na cabeça. isso mata a pessoa.

Jota A. disse...

Gostaei daqui! Voltarei mais vezes... tenho certeza! ;)

Uns bjos, Jota A.

PS: aposto que Plutão já está procurando outro sistema solar pra se afiliar, ou vai entrar com um pedido de liminar com Deus.

Lucas disse...

Certezas só são eternas enquanto não se prova o contrário,
Gostei do teu blog, voltarei mais vezes.
Bjs e um bom dia

Blog do Kbça disse...

nossa gostei mto do seu post!!!! eh bem isso mesmo, quantas vezes eu pensei q tivesse certeza das coisas e dpois me dei conta q pensar assim eh na maioria das vezes besteira!!!