27 de maio de 2007

Tesoura do desejo


"Homem não gosta de cabelo curto". Essa foi uma das frases da minha mãe ao se deparar com meu novo visual. Pouco encorajador, não? Mas dizem que mãe quer o melhor para seus filhos e minha mãe não me quer para titia. Desisti de argumentar.

Cortar os cabelos não é tão simples quanto parece. Cabelos longos significam ser feminina e cortá-los assim tão curtos significa renunciar? Frida Kahlo cortou os cabelos após descobrir uma traição de seu amante. Britney Spears também se livrou da cabeleira em meio à uma crise pessoal. Muitas mulheres mudam o penteado após desilusões amorosas. Eu? Eu só achei que meu cabelo estava muito feio. Mal tratado e sem graça. Não renunciei ao amor e nem a feminilidade. E não sofri desilusões. O único relacionamento que ia mal era entre mim e o chuveiro nesse frio.



By Renata que já foi chamada de Peter Pan, Pequeno Príncipe, mas acredita piamente que tá a cara da Zeta Jones. hahahahahaha!


Mais uma coisa:


O cabelo representa principalmente força e poder. Na antigüidade, cabelos longos e soltos eram um símbolo de liberdade e nobreza entre os homens. Nas mitologias grega e hindu, as divindades mais terríveis sempre foram representadas com cabelos enormes e despenteados. Para as mulheres da Idade Média, não cortar os cabelos era uma demonstração de castidade. No Tibete e na Índia, os monges cortam os cabelos em sinal de devoção e humildade. Raspar a cabeça também faz parte de muitos rituais de origem africana, como a Umbanda e o Candomblé.

23 de maio de 2007

Tu, tu, tu....


O que você fala para uma pessoa no final de uma saída sabendo que nunca mais quer vê-la????


O comum: Depois eu te ligo!


O cara de pau: Amanhã te ligo!


O folgado: Depois você me liga!


O "de graça até injeção na testa": Tem certeza de que não quer dar uma esticada?


O culpado: Se eu não te ligar, é que tô cheio de trabalho...


O cruel: olha só, deixa que eu te ligo porque se você me ligar, minha esposa pode atender.


O que se faz de coitado para viver: nem vou te ligar porque você não vai me atender mesmo...


O doidão: Faz assim..eu não te ligo e você não me telefona...


Hein? O que você fala???


By Renata que durante um tempo nem se deu ao trabalho de dar o telefone.







22 de maio de 2007

I believe


Eu acredito que as pessoas são boas. Ok, talvez nem todas. Eu acredito que no final tudo vai dar certo. Acredito que quando uma janela se fecha, outra se abre. Acredito que algumas pessoas são para sempre, em pedidos feitos quando se vê uma estrela cadente e que o Ronaldo é o maior jogador de todos os tempos. Acredito que quem tem amigos, tem tudo. E que qualquer lugar é bom quando se está entre amigos. Acredito em astrologia mas desconfio de quem fala em destino. Acredito em amor, não em fidelidade. Mas acredito piamente que o que os olhos não vêem, o coração não sente. Acredito que o Galo é o melhor time do Brasil mesmo sem ganhar nada. Acredito que falar palavrão seja libertador assim como um bom mergulho. Acredito que finais felizes de filmes clichês são inspiradores. Acredito que bom humor seja fundamental e que nada vale a sua paz. Acredito que não exista amor maior que o de mãe mas que até amor demais sufoca. Acredito num Deus justo e generoso, acredito no poder da mente e que todo mundo merece uma vida boa. Acredito que não tenho vocação para sofrer e isso faz toda a diferença.

By Renata que acredita que ele vai ligar. Ah vai....

17 de maio de 2007

Auuuuuuuuuuuuu

"Homem gosta de cachorra!" Diante desta afirmativa, as duas se olharam e começaram a treinar latidos, grunidos, caras e bocas. Saíram com a intenção de abalar! O bar escolhido tinha bastante potencial. Leia-se: homens! E as duas assim que chegaram anunciaram a nova empreitada. Os meninos apoiaram, claro! Quanto mais, melhor! Bom, chamamos de cachorra não a vagabunda, mas a mulher que dá o que é seu quando quer. Sem falsos moralismos. Nada mais justo.
Nada mais difícil do que se livrar da cara de boazinha... mas se os homens não querem ser bonzinhos, eu também não quero ser Amélia. A única mulher que andou no trilho, o trem matou.
Alguns guaranás diet depois(a dieta tá firme), a lordose atacou de tanto ficar em pé e fazer pose. Hora de dar tchau para os amigos e para o projeto cachorra. Durou umas 3 horas. O suficiente para saber que quem nasceu para dez réis, não chega a vintém. E isso não é nada ruim.

By Renata que sabe que gato que mia também morde!