28 de setembro de 2006

Blá, blá, blá


Ontem passei o dia inteiro numa reunião. Uma reunião de duas pessoas. Eu e mais um. Às vezes era um monólogo, outras vezes o diálogo fluia bem.
Assim passou o dia.
E eu nem senti.
Não sei reproduzir a conversa. As oito horas de tete-a-tete se resumem em 10 minutos. Nossa, então porque não conversar tudo em 10 minutos?
Acho que na verdade a reunião toda serviu para conhecer melhor o outro. Saber das suas idéias, da sua visão e potenciais.
Isso. Foi uma análise mútua.
Como se conhece alguém?
É o tempo em que se passa juntos, são as informações que se tem, é o saco de sal que se come juntos?
Dizem que só conhecemos as pessoas quando elas estão numa situação extrema, sob pressão.
Se pensarmos assim, veremos que não conhecemos tão bem as pessoas como imaginamos.
Deve ser por isso que algumas pessoas conseguem nos surpreender e fatalmente algumas, nos decepcionar.

By Renata que ainda acredita que é conversando que a gente se entende, mas que tem dias que não quer papo com ninguém.

Um comentário:

Maria Antonia disse...

Oi!!!! Estou aqui outra vez...acho até que estou viciada hehehehehehe mas sempre tem mto a ver com o q estou sentindo,hj, tá melhor do que ontem...adorei.
Bj e muito talento pra vc menina e SUCESSO que esse venha aos montes.Boa noite!!!! Vou...