9 de outubro de 2006

Não se esqueça da minha Caloi

No mundo dos adultos, acontecem coisas que nunca imaginaríamos plausíveis até os 25, 26 anos. O homem casado ainda é anti-ético, mas pode acontecer com qualquer uma. E não só com aquela mulher desavergonhada.
O jogo da sedução torna-se pré requisito. Se não, não há sobrevivência. No mundo das relações, cada um joga com a arma que tem e definitivamente com o passar dos anos, vamos perdendo nosso armamento natural.
O sexo torna-se desvinculado do amor e mais ainda, do relacionamento. Sei que isso acontece até com os adolescentes. Mas entre adultos a chance de alguém se machucar é mínima e de ser muito bom, é grande.
A segurança faz muita diferença. Já aceitamos que nem todo mundo gosta da gente e assim é até melhor, porque a gente pára de tentar agradar.
Não temos tanto medo do futuro porque percebemos que ele acontece mesmo e é muito melhor do que imaginávamos.
Reconhecemos os príncipes e princesas por outro prisma e não mais pelo cavalo branco e longas madeixas loiras.
Nossos pais passam a ser filhos.
Somos capazes de sermos bons pais.
Ou não.
De qualquer forma qualquer atitude é nossa responsabilidade. Só nossa.

By Renata que adora ser adulta, mas queria um presente no dia das crianças.

7 comentários:

bruni... disse...

Me fez parar pra pensar!
Vir aqui, me faz pensar em muitas coisas...
Mais hoje, foi intenso...

Marcinha disse...

Meninas, amei o texto, parece q me descrevem nem me conhecer... (estou justo na fase dos 26a.)
Queria pegar um trecho p/ colocar no meu blog posso, prometo fazer referencia ao seu blog e a quem escreveu... ;)

Alias adorei o blog de vcs.

bjos...

Anônimo disse...

Meninas,
definitivamente agora vocês tem mais uma fã. Minha mãe também virou leitora compulsiva! Disse que adora crianças assim tão novinhas que escrevem tão bem, voltará todos os dias, desde que eu ligue o computador pra ela, afinal como ela mesma disse ela sim já tá muito velha pra essas novas experiencias...
Rê você tem toda razão, ser adulto é bom, mas acho que poderia dar menos trabalho...26 anos, pouca experiancia mas muito boa vontade de aprender a viver, se é que um dia agente aprende!!! rssss...
bjossss
Rê Ruiva

thiago. disse...

adorei seus textos. muito inteligentes e diferentes.

vai pros favoritos. =)

GIOVANNA disse...

Gostei muito do seu blog.Textos muito interessantes.

paulão disse...

É... mas eu fico pensando, ao mesmo tempo da chance de ser muito bom ser grande, também fica muito mais fácil ser sem-graça. Muito bom texto!

Rafael Fernando disse...

Achei ousado o post q ti deixou no orkut, daí penso é deve ser só isso, mas não vejo esse texto and...ADORO, muito bom e isso mesmo.
bjos