25 de maio de 2009

esquivadora


-Você namora?

-No momento, não...

- Tô perguntando se você costuma namorar?

- Como assim?

- Se você gosta de namorar ou se gosta mesmo de curtir em baladas....


Fiquei assustada com a pergunta repentina que veio de uma desconhecida nos 5 primeiros minutos de conversa. Desde que uma amiga me disse que tenho problemas de auto-imagem, me preocupo com o que os outros pensam de mim. Aliás, me interesso.
E fico chateada quando me julgam mal e nem adianta falar que nem Jesus agradou a todos. Por que alguém não gostaria de mim? Daí a explicação para os meus problemas de auto-imagem.
Mediante a quais informações alguém bate o martelo? Jeito de vestir?
roupa curta=piranha ou roupa curta=tranquila com o corpo?
extroversão = alto astral ou extroversão = falta de vergonha?
solteira = encalhada ou solteira = melhor do que mal acompanhada?
muitos amigos = carência ou muitos amigos = diversão?
calada = misteriosa ou calada = sem assunto?
falar de sexo=fazer sexo com todo ser vivo ou falar de sexo = encarar como um assunto normal para pessoas adultas?




Acredito que as pessoas enxergam as outras através dos seus olhos, das suas experiências, da sua janela que em muitos casos está embassada.

By Renata que estava com muitas saudades dos amigos, que se esbaldou no show da Beth Carvalho e que prefere viver sem frescuras.

2 comentários:

Rogerio Martins disse...

Muito interessante esta inquietação mental. É bom pensarmos sobre o que os outros pensam sobre nós.

Porém, pensar demais sobre o que os outros pensam de nós é perda de tempo.

Abraço

Rogerio Martins -
http://palestranterogeriomartins.blogspot.com/

Thiago da Hora Souza disse...

Acredito que muitos julgam por suas próprias experiências mesmo.