28 de agosto de 2007

Tem boi na linha


Saber se expressar é uma arte. A arte é uma forma de expressão. Sei lá, isso é com os artistas. O meu problema é mais embaixo.

Quero falar A e quem ouvir, entender A. Fato que não quero muito, não é? Conheço gente que consegue.

Pensando bem, sou parte da engrenagem que alimenta essa problema de comunicação mais do que gostaria. Muitas vezes ouço A e simplesmente não dou crédito. Além disso, não falo muito, porque afinal ninguém precisa saber. Ou falo muito para despistar o que realmente queria falar.

Complicada e pouco perfeitinha. Escrevo na tentativa de descomplicar, da idéia tomar forma, da alma tomar corpo. Mas antes disso tenho que me livrar do medo do outro entender o que realmente se passa aqui dentro.


By Renata modelo empreendedora em busca do sucesso!

4 comentários:

correamt disse...

Cara.
Adoro o Blog de vocês.
Me divirto, especialmente com a descrição de ambas...
Bjo

Pacifico disse...

Sim sim sim ,
Tudo questão de sintonia!
À medida q A é dito ... e o ser receptor da mensagem não possui A em seu vasto campo léxico-semântico... qual a expectativa e possibilidade desse ser captar a mensagem A?
Eu diria 0%


por isso sempre digo...
qd não há sintonia, não adianta possuir 200 milhões de ferramentas comunicativas, visto q a tal pessoa não está antenada em ti...

Cada um escuta o q lhe convém, conscientemente ou não!!

E ai?
O q se faz nessa hora?

Eis a pergunta q não se quere calar!

Negão Internauta disse...

Nossa, como esse pacífico tem tem um vocabulário vasto. Isso é tão sexy.

Saiba que as vezes falo A brincando, as pessoas entendem um B sério e mandam eu C f$#@%.


Beijos, Sra Anti-Glicose.
:p

Pacífico disse...

na falta de simbolos e sinais... a gente tenta usar nosso vocabulario!