16 de dezembro de 2006

Sobre o amor e seus demônios

Amor é dar tudo de você para alguém.
É tentar de tudo para que a pessoa seja feliz.Mesmo se doando tanto, amar é tão bom.
Faz com que você se sinta generoso. Que a vida não seja mais apenas sobre você, mas também e sobretudo sobre o outro, sobre fazê-lo sentir-se amado.
Num mundo tão individualista, talvez tanta entrega seja vista de forma negativa. Afinal, a grande verdade é que estamos sozinhos. Mas às vezes, às vezes é preciso que se acredite que exista alguém te esperando em alguma esquina. No fundo, é o que nos mantém vivos.
A esperança de um dia, encontrar esse alguém.Isso tudo pode ser uma grande tolice.
Eu prefiro acreditar que não.

By Renata que segue acreditando que é preciso amar as pessoas...

9 comentários:

PH disse...

Vim aqui ver o seu blog (que de vez em quando dou uma bisbilhotadinha) e acabei me deparando com esse post. Muito bonito por sinal. O amor é tão complicado e por mais que o tempo passe, a idéia de que a gente um dia encontrará a "alma gêmea" ou simplesmente aquele alguém com quem passará o resto dos dias juntos, essa teoria romântica não acaba. Acho que o que nos deixa românticos assim, Renata, é o cinema (leia-se filmes de comédia romântica) e novela. Nesses meios, mostra-se que só é feliz aquele que tem um amor ao seu lado. Por isso, eu tenho a esperança de encontrar AQUELA mulher. Mas será que ela existe mesmo? Espero que sim. E ainda bem que a esperança é a última que morre, porque assim, ela morre antes de mim. Pequeno post, mas excelente.

Ky disse...

Bom...eu espero que meu amor seja O cara,sabe??
Pq eu amo ele demais e ele me faz mto feliz!
E pra quem não encontrou, boa sorte e não deixem de acreditar nunca!!!

Anônimo disse...

"é preciso amar...
como se não houvesse amanha..."
bjos, amiga sumida
Rê Ruiva

thiago. disse...

tento acreditar nisso também...

Fábio disse...

Acredito que todos nós acreditamos no conto de fadas, mas a realidade é um pouco diferente, pois sempre idealizamos Aquela pessoa, mas aquela pessoa é um reflexo daquilo que gostariamos, daquilo que falta em nós.

Bom, mas mesmo não acreditando em contos de fadas, ainda acredito no amor!

Beijão

Márcio Pimenta disse...

Oi Renata,

Venho te desejar um feliz Natal e um ano novo repleto de realizações, afinal "uma coisa puxa a outra". :)

Beijos e tudo de bom para você!

P.S.: a poesia está guardada para ser o primeiro post do novo blog que irá estrear em 2007.

João Araújo disse...

Olá Renata - voce pode se perguntar como ela sabe meu nome - vi na última postagem.
Obrigado pela visita.

Eu acredito que o Amor existe, e o interessante que ele (o amor) aparece na hora que a gente menos espera. Confesso pra você que é Impressionante. Eu digo isso porque estou vivendo isso intensamente. Às vezes, eu acho que estou em um sonho por não acreditar no que está acontecendo comigo, mas é mais real que você e eu.

Continue acreditando, não desista. Eu nunca deixei de acreditar porque eu sei que um dia iria aparecer. É sempre assim, aparece na hora que a gente menos imagina. Pelo menos foi desse jeito comigo.

Bjo e um Feliz Natal pra voce

João Araújo disse...

completando o comentário. Achei show aquel foto do encontro, até fiquei com vontade de pegar e fazer uma postagem rssrsr

Anônimo disse...

As vezes entro aqui e fico maravilhada, como vc consegue expor a alma feminina de tantas mulheres através de uma única, a sua.Tenho 37 anos, solteira,com uma vida boa, mas o melhor de tudo é essa chama de esperança, q mora em mim, de que a qq momento vou encontrar essa tal pessoa pra finalmente dividir a vida..
Parabéns!!!! Vc é simplesmente d+