5 de fevereiro de 2008

Aconteceu


A idéia de que aquele minuto poderia ser congelado e assim não acabasse nunca, não me saía da cabeça. Mas no fundo eu queria acreditar que haveria tantos outros como aquele. Que se não fosse eterno, que perdurasse o tempo suficiente para ser vivido. Queria uma chance.

A noite acabou e nasceu a nova rotina de olhar insistentemente para a tela do computador esperando por uma nova mensagem.

Como saber se causamos impacto em alguém? Se o sorriso, se o cabelo solto, se a conversa franca, se o beijo que não quer parar de beijar... se tudo isso é o bastante para que aquele noite se torne algo para se recordar?

Quanto tempo é suficiente para marcar a vida de outra pessoa?6 meses, 1 década, 1 encontro?

Se essa pergunta fosse feita prá mim, a resposta seria: todas as opções acima.

Qual a chance dele responder a mesma coisa?



By Renata que a cada email dele espera pelo próximo, um sinal qualquer que indique mais que sorte.

13 comentários:

Osmar Mesquita disse...

caralho muito bom...
eu ja fikei sim esperando mais foi uma menina que por sinal e minha namorada hoje
ushausha
muito bom moça..
parabens pra vc e sua amiga do email
xD


http://bombadigital.blogspot.com/

Abel disse...

Muito bem humorado e você aborda temas cotidianos!
Quem nunca teve problemas com a previsão do tempo ou ficou horas esperando.

Bem aí, quando parece não haver nada você encontra matéria prima.

Parabéns =)
Bel legal mesmo.
Abel

Sidcafeína disse...

...apenas um momento é o tempo suficiente para marcar a vida de alguém..

Parabéns pelo blog

CapinaremosRH@gmail.com (Zanfa) disse...

Muito bem moça, parece que o rapaz lhe fisgou. =P

O amor é lindo e não possui explicações lógicas, embarque nesse navio e navegue pelo desconhecido. ;D

blog disse...

O tom melancólico do texto é seu maior patrimônio, a meu ver. essa angústia corriqueira que no acompanha está bem retratada nas perguntas que vc deixa no ar.
Assim é a vida mesmo: perguntas sem respostas.

Anônimo disse...

o amor e lindo!!!!!!q jeito vc tem de comentar isso, admirei muito o seu jeito de expressar a sua ideia !!!!

Jéssica Torres disse...

Adorei o texto! E sempre me perguntei a mesma coisa, quanto tempo é necessario pra marcar a vida de alguém, o que é preciso pra tanto!
Eu descobri que pra mim bastar ser eu mesma, que até mesmo o tempo que demora uma trocar de olhares pode marcar a vida daquele que se permitir!

Codinome H disse...

Pô... acho que nunca me preocupei com o que seria lembrado ou esquecido.
Eu me preocupei se seria bom ou não...

Ou seria...
aheuaehuehueahu

legal o post ^^

abç

Isadora Araújo disse...

Que lindo!

Isso me faz lembrar que eu carente... :(

Beijos!

pulimbatata disse...

Linda narrativa, esse sentimento é dos mais gostosos. Não se consegue pensar em outra coisa, as horas não passam, você rola na cama pensando nela(e).

Boa sorte pra ti! Ótimo blog!

ps: Achei teu blog na comu do orkut.

Bjo

Paulinho

thiago disse...

no meu caso foi apenas o tempo de um olhar...

querida, é meio complicado comentar aqui. demorei para me tocar de como tinha que ser feito. HAHAHAHA

Negão Internauta disse...

Coitada de você, gata. Não sabe que seu par perfeito é negro, tem 1,87 de altura e faz aniversário no mesmo dia que vc.

Mas um dia tu descobre. ;)

Bjos.

Dani Vidal disse...

Ahhh Rê
me arrepiei aqui lendo.
Você disse tudo!
Me pergunto muito sobre isso tambem, a expectativa me mata. O "não saber"