11 de janeiro de 2008

Quando uma porta se fecha, outra se abre


Abracadabra.
Mesmo sem – ainda – consultar o i ching, astrologia e numerologia, sei que 2008 é o ano de mudanças.
Está no ar, nas falas e nas atitudes das pessoas. Em mim, na minha casa.
Começos e recomeços.
A reforma da casa. A deliciosa e estressante reforma.
A nova porta de correr de frente para o terraço integrando mais os ambientes, que vai ser trocada pela porta original, aquela perto da escada.
Dias caseiros,animados, musicais, ensolarados, recheados de amigos: me aguardem!
Mas o importante mesmo é a torradeira.
A torradeira que comprei há 14 anos atrás quando fui morar sozinha. Minha primeira torradeira.

E única. Até o mês passado.
Tudo bem , ela já estava queimando o pão, emperrando, mas ela sempre esteve ali.
Ali quando me apaixonei por aquele, quando achei que era paixão por aquele outro, quando cada hora era um, no homérico pé na bunda, no namoro água morna, no romance de verão.
Ao acordar para trabalhar – na pilha, ao acordar de ressaca - lenta.
Quando gente importante pra mim morreu.Quando gente importante nasceu.
Nas brigas de família.
Nas festinhas com a família.
Nas noites de conversas intermináveis com as amigas.
No casamento.
Na gravidez.
Nos abortos.
No nascimento da Cat.
No novo emprego, na nova empreitada, na nova empresa.
E de repente, quando seu marido chega em casa com a nova torradeira que ele já ameaçava comprar fazia um tempo e você nem dava atenção, você olha para aquele eletro doméstico velho , talvez o único que ainda te acompanha desde o dia em que você foi morar sozinha aos dezenove anos com a cara e a coragem, você vê o tal filme passar na sua cabeça. E você pensa em todas as casas, em todos os casos e histórias.
E se dá conta do quanto caminhou.
E de quanto a estrada pela frente é longa.
Mas o horizonte é belo.
E que se abra a nova porta!
Feliz 2008!!!


By Patrícia que quando pensa em seu futuro não esquece o seu passado.

5 comentários:

Lalo Oliveira disse...

Dá até um dó de dar fim ao eletrodoméstico velho e companheiro. Pelo menos no meu caso. rsrsrs

Os anos são como os eletrodomésticos: sempre haverá um melhor.

Abraço.

Gugu disse...

Muito bom seus posts, andei passando pelos outros também. Parabéns pelo blog em geral.

everaldoygor disse...

Olá!
Ótimo texto...
Portas sempre se abrindo e fechando... O importante é sempre estar abrindo portas novas... Conhecendo novos comodos e vidas...
Abraços e Feliz 2008!
Everaldo Ygor
http://outrasandancas.blogspot.com/

Andréia disse...

Olá! é impressionante como cada coisa ao nosso redor tem uma história neh?

beijos e ate+

Osmar Mesquita disse...

hum esse negocio de abrir e fechar...
as portas sempre estam indo e vindo..
e pra mim graças a Deus estão sempre abertas...

muito bom o texto moça...
sempre....


http://bombadigital.blogspot.com/