6 de março de 2007

Vida Diet

A gente se acostuma com tudo
A tudo a gente se habitua
E até não ter um lugar
Dormir na rua
A tudo a gente se habitua

Me habituei ao pão light
À vida sem gás
O meu café tomo sem açúcar
E até ficar sem comer
Sem te ver
A gente custa mas se habitua

Sem giz, sem água
Sem paz, sem nada

Não vai ser diferente
Se eu me for de repente
Se o céu cai sobre o mundo
E o mar se abrir
Em um inferno profundo

Se acostumou sem querer
Ao salto alto
Salário baixo, à vida dura
E até ficar sem tv
É bom pra você
Televisão ninguém mais atura

Sem giz, sem água
Sem paz, sem nada

Não vai ser diferente
Se eu me for de repente
Se o céu cai sobre o mundo
E o mar se abrir
Em um inferno profundo

by John Ulhoa, mas se encaixa perfeitamente a Renata...

2 comentários:

Renata disse...

ê Patrícia! A gente se acostuma a tudo mesmo, mas o melhor seria se acostumar à felicidade. Mas, pelo nosso ponto de vista, as coisas vão melhorar!

Nailoca Pipoca disse...

me acostumo com café sem açucar e vida sem gaz
mas realmente
vai ficando tudo tão insosso!
ontem por exemplo jantei sementes de abóbora!!
Fofo seu blog!
http://www.saladadeoncinha.blogspot.com/
Aguardo sua visita!