26 de julho de 2007

"Amor palavra que liberta"


Eu acredito que gentileza gera gentileza, que todo mundo gosta de carinho e atenção, apesar de nem todos assumirem isso. Acredito que as pessoas gostam de um sorriso, de um elogio, da sensação que sua presença melhora o lugar.

Então porque será que economizamos sorrisos, palavras de carinho e demonstrações de afeto? Parece que as pessoas têm medo das gentilezas do coração.

By Renata que acredita que faz sua parte e muitas vezes é mal interpretada!

Obra do Profeta Gentileza, como era conhecido o empresário José Datrino que largou os negócios para pregar o perdão, a solidariedade, a gentileza. O Profeta gostava de substituir as palavrinhas mágicas, “obrigado” por “agradecido”, e “por favor” por “por gentileza”. Já que considerava que não devemos fazer nada por obrigação e que devemos nos relacionar por amor, não por favor.

3 comentários:

Pizza disse...

Gentileza era o cara...

Um exemplo de pessoa...


www.cocogelado.com

Karlla Patrícia disse...

Nem precis comentar, a frase já diz tudo: Gentileza gera Gentileza!
E sem duvida o gdé poeta Gentileza, que deixou mensagens de grande importancia para todos nós. ]Parabens pelo escolha perfeita do tema!

Thais G. disse...

Ótimo o tema do post.
Parabéns teu blog é muito bonito!

deixo uma canção de Marisa Monte:

"nós que passamos apressados pelas ruas da cidade, merecemos ver as letras com as palavras de gentileza..."